Como Consultar O PASEP De Uma Pessoa Falecida

No artigo de hoje vais aprender a Como Consultar O PASEP De Uma Pessoa Falecida, no nosso guia completo.

Muitos cidadãos não sabem, mas realizar o saque do Fundo de Garantia (FGTS) e das cotas do PIS/Pasep é um direito do herdeiro e o processo para a realização do saque pode ser feito sem que seja necessário realizar a abertura de um alvará.

Os herdeiros terão direito aos recursos. Não é preciso seguir o calendário anunciado para os idosos para fazer o saque. A retirada pode ser feita em qualquer data, nas agências da Caixa e do Banco do Brasil.

Como Consultar O PASEP De Uma Pessoa Falecida 

Nesses casos, é necessário ir a qualquer agência da Caixa ou do Banco do Brasil portando documento oficial de identificação com foto (com cópia) e as declarações para realizar a retirada dos recursos.

Deste modo, antes de sacar qualquer quantia, precisa primeiramente consultar sobre a existência de saldo disponível para saque, o qual deve ser feita no endereço eletrônico.

Veja abaixo Como Consultar O PASEP De Uma Pessoa Falecida, no nosso guia;

  • www.caixa.gov.br/cotaspis com o CPF e da data de nascimento do cotista falecido ou o número da inscrição PIS dele; ou
  • www.bb.com.br/pasep com o CPF e da data de nascimento do cotista falecido ou o número da inscrição PIS do referido falecido.

Documentação exigida para saque

Importante destacar que, no caso em que o herdeiro esteja habilitado junto a Previdência Social é necessário apresentar alguns documentos que são exigidos pela Caixa para a liberação do dinheiro, sendo eles:

  1. Documento de identificação do falecido (RG ou CPF)
  2. Número de Identificação do NIS/PIS do familiar falecido
  3. Certidão de óbito
  4. Certidão ou declaração dos dependentes habilitados à pensão por morte expedida pelo INSS

Já para o caso de saque do PASEP que são as cotas vinculadas ao servidor público falecido, é necessário o comparecimento no Banco do Brasil munido da seguinte documentação:

  1. Documento de identificação do falecido (RG ou CPF)
  2. Certidão de óbito
  3. Certidão ou declaração de dependentes habilitados à pensão por morte expedida pelo INSS ou certidão de dependentes expedida pela Entidade Pública Empregadora

No caso da certidão de dependentes expedida pela Entidade Pública Empregadora é o documento no qual conste o nome do dependente, além da data de nascimento do mesmo e o grau de parentesco ou dependendo do caso a relação de dependência do solicitante com o participante falecido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *